O termo "Reserva" tem raízes profundas na história do vinho, particularmente na Espanha, Itália e em algumas regiões da América do Sul. Refere-se geralmente a vinhos que passaram por um período específico de envelhecimento antes de serem lançados ao mercado. Na Espanha, por exemplo, um vinho tinto com a classificação "Reserva" deve ser envelhecido por pelo menos três anos, com no mínimo um ano em barris de carvalho. O objetivo deste envelhecimento prolongado é desenvolver sabores mais complexos e uma textura mais suave.
Itens por página:
Ordenar:
Falar com um Embaixador